Inscrições abertas para o 2º Prêmio Duke Energy Energia da Inovação

2DukeEnergiaInovação

Extensão, energia e inovação a favor da sociedade

Está aberto, até o dia 10 de dezembro, o período de inscrição para a segunda edição do Prêmio Duke Energy – Energia da Inovação, que vai  apoiar três projetos desenvolvidos por professores e alunos de IES (Instituições de Ensino Superior), em parceria com comunidades situadas na região do Paranapanema.

Com 12 meses de duração, o prêmio, realizado em parceria com o UniSol (Universidade Solidária), concederá recurso de 50 mil reais a cada um dos projetos vencedores, bem como suporte técnico para implementação das propostas apresentadas no âmbito da extensão universitária.
Os trabalhos devem proporcionar a troca de conhecimentos entre todas as partes envolvidas, contribuindo não só para a formação cidadã e profissional dos alunos, mas também para criar condições de geração de renda em comunidades, situadas nos Estados de São Paulo ou Paraná, na área de abrangência dos municípios de atuação da Duke Energy no Brasil.
Podem concorrer projetos ainda não iniciados ou que já estejam em andamento, que necessitem de suporte para continuidade ou ampliação. Serão selecionados no máximo duas propostas por IES, porém, não há limite de inscrição de projetos de uma mesma instituição.
2º Prêmio Duke Energy Energia da Inovação
Inscrições até 10 de dezembro
Site: http://www.premiodukeenergy.com
Regulamento: http://www.premiodukeenergy.com/regulamento

03/11/2014 at 12:03

O que é Sustentabilidade? Conheça as principais ações da Duke Energy

Muita gente acha que ser sustentável é defender o meio ambiente. Mas sustentabilidade não é apenas a arte de abraçar árvores. É muito mais que isso. A palavra sustentabilidade surgiu em 1987 e era definida como “o desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes sem comprometer as gerações futuras”. Alguns anos depois esse termo chegou ao mundo dos negócios com o conceito do tripé, também conhecido como 3 Ps (profit, planet e people, em inglês). Você já deve ter visto estes círculos…

1

Isso quer dizer que sustentabilidade é o equilíbrio entre rentabilidade (profit), meio ambiente (planet) e desenvolvimento social (people). Em outras palavras, a sustentabilidade só está presente quando estes três elementos são respeitados: rentabilidade, planeta e pessoas.

2

A Duke Energy tem se esforçado por incorporar este conceito aos seus negócios. Para a Duke, bons resultados não vêm apenas dos lucros, mas também do equilíbrio entre os cuidados com o meio ambiente e o bem-estar das pessoas com quem se relaciona. A DEI – Duke Energy International – tem várias histórias pra contar sobre sustentabilidade. Certamente você é parte de alguma delas. Nos próximos capítulos você vai conhecer como a sustentabilidade está presente no seu dia a dia na Duke Energy. 
Assista o vídeo abaixo!
http://www.youtube.com/watch?v=v2thCiGpIJQ

24/10/2014 at 11:45

Jô Soares apresenta talk show no 30º Encontro de Negócios em SP

Para celebrar a 30ª edição do Encontro de Negócios Duke Energy e os 15 anos da empresa no Brasil, o apresentador e humorista Jô Soares, junto com o sexteto e o inseparável mordomo Alex, apresentaram um talk show com a participação da jornalista Lucia Hippolito, do professor Sigmar Malvezzi e do diretor geral do ONS, Hermes Chipp.

30_EN_FotoplateiaO evento que marcou a volta do humorista aos eventos corporativos, aconteceu no dia 18 de setembro, em São Paulo e contou com a participação de 530 convidados da Duke Energy. Lucia Hippolito que é historiadora, cientista política e jornalista conversou com Jô, sobre “Democracia”, tema do artigo publicado no livro Duke 15 anos. Outro convidado, o dr. Sigmar Malvezzi, professor do Instituto de Psicologia da USP respondeu as perguntas do apresentador que abordaram o tema “Ética”, que também compõe um dos artigos do livro Duke 15 anos. Hermes Chipp, Diretor Geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foi o ultimo participante e conversou com Jô, sobre algumas curiosidades e informações do setor elétrico brasileiro.

Sobre o Encontro de Negócios
Evento promovido pela Duke Energy desde o início de suas atividades no Brasil reúne profissionais do setor elétrico, formadores de opinião, clientes livres e interessados em participar do mercado livre de energia. Por meio de palestras o público é estimulado a refletir sobre o cenário político, gestão empresarial bem como as políticas de geração e comercialização de energia elétrica no Brasil.

24/09/2014 at 16:08

Comemoração do Dia do Paranapanema reúne 600 alunos

  Consideradas multiplicadoras de informações, crianças integram ações que estimulam a preservação do meio ambiente

Com a proposta de conscientizar sobre a importância da preservação do meio ambiente, com foco nos recursos hídricos, 600 estudantes da rede pública de ensino de Paranapanema e Capão Bonito participaram das comemorações do Dia do Rio Paranapanema, na quarta-feira, 27 de agosto. A iniciativa em parceria com as prefeituras e a ONG Olho D’Água do Panema. A programação contou com palestra, concurso cultural fotográfico e soltura de 100 mil alevinos na Ilha do Sol – localizada no reservatório da hidrelétrica Jurumirim.

CMP

Frases premiadas no concurso cultural:
“O Rio Paranapanema, por tamanha beleza e extrema importância, distribui suas águas límpidas à dezenas de cidades, gerando energia e abastecendo nossos lares, além de nos proporcionar lazer. Preservá-lo é o nosso dever pela sua beleza e utilidade”.
Milena Darben – Paranapanema

Peixe2“A mão do homem é o remédio para a preservação de nosso rio Paranapanema”.
João Marcos de Oliveira Batista – Paranapanema

“Paranapanema, fonte de esperança para uma vida melhor”.
Maria Gabriela Lopes Vieira – Capão Bonito

“Quanto mais você observar, mais você se encantará com o rio Paranapanema. Preserve-o”.
Bruno Donizetti Alves Soares – Capão Bonito

04/09/2014 at 15:29

Duke Energy conquista prêmio Top de Marketing da ADVB

A Duke Energy conquistou o prêmio Top de Marketing 2014 da Associação dos Dirigentes de Marketing e Vendas do Brasil (ADVB-SP), na categoria Ação de Marketing, com o case “Guia do Cliente Livre”. O case tem por meio de um aplicativo (app – disponível nas plataformas das lojas Apple Store e Google play) fornecer informações básicas e necessárias aos processos decisórios das empresas.

ADCB_Trofeu_e_certificado

PRODUÇÃO
Para que a elaboração do conteúdo do Guia fosse isento de opinião, a Duke convidou o renomado Dr. Vilson Christofari, que há décadas figura entre os maiores especialistas em regulamentação setorial, para que pudesse organizar a lógica dos capítulos, além de propor uma redação amigável e didática para o leitor. Passado pelo desafio da produção do texto técnico, a criação da arte, layout, programação do aplicativo e produção da campanha promocional foi planejada e desenvolvida em parceria com a agência E/OU, especializada em marketing e publicidade contratada pela Duke Energy, responsável por atender os requisitos e estruturação dos materiais a serem utilizados no projeto.
RESULTADOS
O Guia do Cliente Livre foi lançado para convidados durante a realização do 28º de Negócios da Duke Energy e simultaneamente, por meio do envio da Fase I da Campanha de Marketing Direto nas lojas de aplicativos em setembro de 2013. Com o objetivo inicial de atingir 70% de um público de 2,4 mil pessoas, ou seja, 1575 pessoas, o aplicativo obteve a marca de 11.178 downloads superando em 707,2% as metas.
ADVB_EquipeDuke1

03/09/2014 at 19:30

Duke Energy há 10 anos entre as Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil

 SELO_GPTW_-_BRASIL_2014

DUKE ENERGY FIGURA ENTRE AS “MELHORES PARA TRABALHAR”
Pesquisa baseada no índice de satisfação dos funcionários destaca a companhia pelo 10º ano consecutivo

Conduzida pelo Great Place to Work® em parceria com a revista Época, a pesquisa “Melhores Empresas para Trabalhar – GPTW Brasil” destacou, pelo 10º ano consecutivo, a Duke Energy entre as melhores companhias para se trabalhar no Brasil. Em uma cerimônia realizada em São Paulo, na noite de segunda-feira (18), foram reveladas as 130 que integram o ranking da 18ª edição do prêmio. O “Guia Melhores Empresas para Trabalhar 2014/2015”, publicação especial da revista Época com os resultados da pesquisa, estará nas bancas a partir do próximo sábado, dia 23.

Concessionária de oito hidrelétricas no Rio Paranapanema, a Duke Energy ocupa 6ª posição na categoria “Multinacionais Médias” e figura também no sub-ranking “Melhores do Setor de Serviços”. A pesquisa – que avaliou o índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e as melhores práticas de gestão de pessoas – contou com 1.276 companhias participantes, representando mais de 1,6 milhão de funcionários.

As empresas vencedoras estão divididas em três categorias: “Grandes” (empresas nacionais e multinacionais com mil funcionários ou mais), “Multinacionais Médias” (que possuem de cem a 999 empregados) e “Nacionais Médias” (também de cem e 999). Juntas, as 130 empresas premiadas neste ano representam mais de 644 mil funcionários. A pesquisa “Melhores Empresas para Trabalhar” é conduzida pelo Great Place to Work® em 53 países e, no total, envolve 6.200 empresas e 12 milhões de funcionários. 

“Trata-se da maior pesquisa global do gênero. É sempre uma satisfação para a Duke Energy obter o reconhecimento de seus funcionários e, por meio GPTW Brasil, figurar entre as melhores empresas para se trabalhar no País”, comenta Armando Henriques, Presidente da Duke Energy, presente à cerimônia de entrega dos prêmios. 

Com metodologia própria, há mais de 20 anos o Great Place to Work® estuda e identifica as “Melhores Empresas para Trabalhar” – pesquisa anual baseada na avaliação do nível de confiança dos funcionários em cinco dimensões: Credibilidade, Respeito, Imparcialidade, Orgulho e Camaradagem; e em nove práticas culturais de gestão de pessoas das empresas.

21/08/2014 at 13:01

Duke Energy recebe reconhecimento do Programa Brasileiro GHG Protocol

selo-2013-PRATAA Duke Energy International, Geração Paranapanema passa a integrar o Programa Brasileiro GHG Protocol (Greenhouse Gas Protocol), que é formado por empresas que mapearam e publicaram suas emissões de gases de efeito estufa, coordenado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVces).

Apesar deste ter sido o primeiro ano que a empresa torna públicas as suas emissões no programa, desde 2008 a Duke realiza um inventário interno, além das análises qualitativas de suas emissões.

Um dos principais pontos apresentados é a evidência de que a operação de usinas hidrelétricas não impacta diretamente o meio ambiente devido às baixas emissões de gases de efeito estufa (GEE), mesmo levando-se em consideração as emissões geradas com a aquisição ou construção de novas usinas.

Ainda assim, a Duke Energy monitora os aspectos regulatórios referentes à questão climática e realiza anualmente o Inventário de Emissões de GEE, além de participar das seguintes iniciativas: desenvolvimento de metodologia para monitoramento e avaliação de GEE em reservatórios de usinas hidrelétricas brasileiras; efeitos de mudanças climáticas no regime hidrológico de bacias hidrográficas e na energia assegurada/garantia física de aproveitamentos hidrelétricos

A Duke também desenvolve um amplo programa de reflorestamento nas regiões do entorno de suas usinas e áreas estratégicas do ponto de vista ambiental. Desde a criação da empresa, há 15 anos, já foram plantadas mais de 11 milhões de árvores em quase 7 mil hectares de áreas restauradas, além da conservação de quase 3 mil hectares de áreas em regeneração com o objetivo de auxiliar a conservação das matas nativas.

Outra iniciativa de destaque iniciada em 2013 foi a implantação de salas de vídeo conferência nas 8 usinas sob concessão da Duke e no escritório corporativo com o objetivo de reduzir os deslocamentos dos colaboradores e consequentemente a emissão de gases de efeito estufa dos deslocamentos, além de aumentar a segurança dos funcionários ao evitar deslocamentos desnecessários.
No mesmo ano a empresa iniciou a troca das lâmpadas convencionais por outras mais eficientes, com o objetivo de reduzir o consumo de energia elétrica das unidades. Para isso lâmpadas LED foram instaladas inicialmente na sala de comando da Usina Capivara, nos refeitórios de Canoas I e II e nas instalações de Salto Grande.
Por conta da entrega completa de seu inventário, a Companhia foi reconhecida publicamente pelo Programa Brasileiro GHG Protocol com Selo Prata, que demonstra a integralidade e transparência nas informações publicadas.

12/08/2014 at 11:21

Posts antigos


Twitter

Categorias


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 569 outros seguidores